Está contratando? Saiba como escolher o funcionário ideal

Com a grande demanda de profissionais disponíveis para o mercado de trabalho, fica difícil escolher qual deles é o que vai atender às necessidades da sua empresa. Isso ocorre porque, mesmo com a grande quantidade de opções das mais diversas formas, o recrutador precisa encontrar um profissional completo.

Além de corresponder às exigências da vaga, como experiências anteriores na função ou cursos específicos para desempenhar o cargo, o profissional também precisa atender às expectativas do empregador no quesito responsabilidade, produção e adaptação ao emprego, bem como aos novos colegas, o que muitas vezes dá um pouco de trabalho ao recrutador.

Para ajudá-lo na busca pelo profissional ideal, separamos as seguintes dicas. Confira!

1. Considere as indicações de seus colaboradores

Mesmo que você tenha optado por realizar um processo seletivo externo, saiba que é muito importante divulgar novas vagas para os seus colaboradores para que, caso conheçam alguém de confiança, possam indicá-lo a participar do processo seletivo.

Essa é uma prática adotada por grandes empresas, pois as contratações por indicação costumam ser bastante assertivas, principalmente porque os funcionários jamais indicariam alguém que não fosse de confiança ou com más referências. Muito pelo contrário, destas indicações é que costumam sair as melhores admissões.

Leia Também: Marketing para PMe

2. Avalie bem os candidatos

Existem diversas formas de avaliar a postura de um candidato durante o processo seletivo. Em sua maioria, as entrevistas em grupo que contam com dinâmicas deixam bem claro quais são as pessoas que se saem melhor em situações de pressão.

É justamente nessa fase do processo seletivo que os recrutadores conseguem ter uma base de quais dos candidatos estão realmente aptos à vaga ofertada. Além disso, outros testes de aptidão são importantes, como as provas de conhecimentos gerais e redação, que também são aliados dos recrutadores no momento de escolher o candidato que se saiu melhor.

Capa-03

3 – Peça referências

Pedir referências aos candidatos a uma vaga podem sanar quaisquer dúvidas que o recrutador venha a ter quanto à índole de cada um. Isso porque as empresas em que ele trabalhou fornecem algumas informações que podem ser cruciais em um processo seletivo.

Vale saber que, caso o funcionário tenha causado problemas na empresa anterior, os responsáveis não lhe contarão em detalhes, mas, mesmo assim, é possível encontrar pistas de que algo não estava certo no período em que ele esteve na empresa.

Além disso, um contato telefônico com o responsável pelo candidato na antiga empresa pode resolver todas as suas dúvidas quanto a quem será o funcionário ideal para a sua empresa.

Leia Também:5 dicas para crescer com seu negócio

4. Não ignore o contrato de experiência

Mesmo depois de encontrar um bom candidato e resolver dar uma chance a ele de mostrar do que é capaz, não deixe de se preocupar em realizar a contratação mediante um contrato de experiência.

Esse prazo costuma ser de cerca de 90 dias e é utilizado para analisar como foi a adaptação do funcionário ao novo trabalho. Desta forma, caso o empregador ou o empregado não estejam satisfeitos, é possível romper o contrato sem maiores preocupações, evitando que o funcionário venha a causar problemas ao bom andamento dos processos da empresa.

avaliac%cc%a7a%cc%83o

 

Publicações Relacionadas
5 dicas para recrutar o colaborador ideal
5 dicas matadoras de controle financeiro para autônomos
Como fazer uma gestão orçamentária
Como planejar meu fluxo de caixa para o futuro?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Your Name*
Your Webpage